segunda-feira, 8 de março de 2010

Ainda sobre os anos 30...

Da mesma autora de livro de onde saiu a pesquisa do texto anterior, Darlene Zimmerman; pude extrair a seguinte informação.

Ela dedica o livro à memória de sua avó Emma Meta Mathilda Meyer, que foi sua fonte de inspiração desde sempre. Darlene conta que suas memórias mais antigas da avó são dela costurando, quiltando, crocheteando, cozinhando, or jardinando.Ela diz que as mãos de sua avó estavam sempre ocupadas, nunca ficavam sem ter o que fazer. Darlene conta que sua avó fez muitos quilts e que deu um a cada um de seus 16 netos!
Ela também nos conta que aprendeu como fazer um quilt na época que fez faculdade na mesma cidade que morava sua avó e que a avó a ensinou a costurar e como fazer um quilt. Ela então resolveu fazer um quilt de "Grandmother's flower garden" que é o mais bonito , mas o mais difícil de se fazer à máquina. Ela aproveitava suas horas vagas durante a universidade para tentar juntar todos aqueles pedaços com precisão.
O casamento depois da faculdade, muitos anos lecionando e o iniciar de uma família a desviou por um período de alguns anos da feitura de quilts. Quando ela decidiu voltar (ela decidiu ficar em casa com seus 3 filhos em idade pré escolar), sua avó já havia falecido, então ela teve que se auto ensinar a costurar aqueles hexágonos do jardim da vovó. Sua mãe lhe disse que esperasse as crianças crescerem para se dedicar a feitura de quilts, mas ela decidiu-se em fazê-los assitindo a um programa de televisão onde a apresentadora dizia que todos podem fazer um quilt, que são capazes. E daí por diante ela não parou mais de fazer quilts, desenhar ferramentas úteis ao patchwork, escrever livros e desenhar tecidos. Ela tem certeza que sua avó a olha lá do céu com contentamento e aprovação. E ela ainda termina seu texto de dedicação à avó dizendo que é muito grata pela inspiração e que ainda sente falta dela!!

OBS: fotos abaixo

Espero que esse texto também sirva de isnpiração à vcs!!

Beijos

Sonia



2 comentários:

Tecendo Sonhos disse...

Oooohhhhh!! Que linda história!! Sonia adoro suas pesquisas!! Com elas me sinto cada vez mais feliz com os meus quilts!! Adoro muito vc, sabia?? Obrigado pela partilha de conhecimento, dicas e informações!! Vc é um anjinho do bem!! Obrigadoi e muitas beijocas no coração!!
Andrea

Artes e Vidas disse...

Lembrei de quando era criança e ficava brincando debaixo da cadeira da minha mãe enquanto ela costurava. As vezes ela fazia roupinhas para as minhas bonecas.
Muitos anos depois me deu a minha primeira máquina e minha paixão por Pachtwork começou.
Hoje, por conta de meu filho não trabalho mais fora, e me dedico a aprender sozinha a quiltar.
E é assim que conheci pessoas tão especiais como vc Soninha.
Beijos no coração.
Má.